Comentarios del lector/a

Muay Thai Emagrece Mesmo Veloz E Acessível

"Bryan" (2018-03-14)

En respuesta a Saúde Nota 10
 |  Publicar respuesta

Quem malha para ocupar um corpo humano firme tem de proteína. Sem ela, a massa muscular não se forma e o efeito do exercício não aparece, declara a nutricionista Mariana Klopfer, da Clínica Nutricius, especializada em nutrição esportiva, em São Paulo. Todavia proteína não é não é tudo! Se quiser saber mais sugestões a respeito de deste tópico, recomendo a leitura em outro fantástico website navegando pelo hiperlink a seguir: clique no próximo documento. Carboidrato, gordura boa, água, vitaminas e minerais assim como são essenciais pro ganho de massa muscular. E isso tudo você consegue nos alimentos. Isto é, se fazer possibilidades estratégicas.


Você sabe que as proteínas de origem animal são consideradas as melhores para os músculos, não é mesmo? Todavia cuidado: perto poderá vir uma dose gigante de gordura saturada e colesterol. É em vista disso que o frango (desde que desprovido da pele) é uma sensacional opção para as pessoas que tem de proteína, porém não quer colocar o coração em risco.


  • Arroz branco

  • 1 filé de peixe no forno

  • dez erros numa dieta saudável

  • 8- Grapefruit (toranja)

recursos adicionais

Um filé extenso tem trinta e dois gramas de proteína e quase nada de gordura. Se você prefere a carne vermelha, fique com os cortes magros (coxão mole, patinho, alcatra). Quanto e quando ingerir: Um filé extenso (110 g), duas ou três vezes por semana. Essa parceria é perfeita em razão de os aminoácidos do feijão se unem aos do arroz e formam proteína.


Então, juntos, ajudam a reparar os músculos. Referência de carboidrato, o arroz ainda fornece energia, outro combustível relevante para o procedimento de recuperação da musculatura. Quanto e clique no próximo documento momento em que consumir: Um concha de feijão e dois colheres (sopa) de arroz, de três a 4 vezes por semana. Nem ao menos toda gente gosta do sabor do queijo de soja. Porém, de todos os produtos à apoio do grão, ele é o que mais concentra proteína e cálcio, protegendo músculos e ossos.


Também é cheio de magnésio, mineral que evita o enfraquecimento dos compostos que participam do processo de fornecimento de energia. Todavia o que mais se destaca no tofu são as isoflavonas substâncias que contribuem para o equilíbrio dos hormônios femininos. O que isso tem a visualizar com massa muscular?


Quando os hormônios estão em equilíbrio, o acúmulo de gordura diminui e os músculos trabalhados no exercício aparecem mais. Quanto consumir: uma fatia média por dia. Bata os ingredientes no liquidificador até formar um creme homogêneo. Fonte de proteína e carboidrato, o gelado de tofu é uma legal opção de lanche pós-treino.


São raros os vegetais com a quantidade e qualidade de proteína da quinoa. Em cada grão, ela carrega aminoácidos essenciais, sendo 3 de cadeia ramificada (leucina, valina e isoleucina) - aminoácidos do BCAA e whey protein (suplementos proteicos usados pelos esportistas antes e após o treino pra conservar os músculos).


Quanto e no momento em que ingerir: de dois a 3 colheres (sopa) de quinoa em flocos batida no suco de frutas de 30 a 40 minutos antes do exercício e logo após. Qual a porção melhor pros músculos: a clara ou a gema? Empreenda por quê: a clara é riquíssima em ovoalbumina, uma proteína montada por aminoácidos do tipo leucina, que, por ser de descomplicado absorção, é um dos componentes dos suplementos whey protein e BCAA. Ela carrega gorduras boas (monoinsaturada e ômega três), substâncias com o poder de combater os processos inflamatórios provocados no decorrer do exercício, facilitando a recuperação dos músculos. Quanto e quando consumir: 3 ovos por semana, nas refeições ou no lanche pós-treino. Minutos antes de malhar, esqueça a proteína. Por esse instante, você deve da energia rápida do carboidrato.


A banana é ótima opção, já que ainda tem potássio, mineral que participa da realização de glicogênio (reserva de energia da massa muscular). Quanto e quando consumir: uma banana por dia, antes ou após o treino, quando tem que ser associada a uma proteína (iogurte, queijo). Referência de proteína, o iogurte é uma sensacional opção de lanche pós-treino. O perfeito é consumi-lo agora depois da aula ou até no máximo 30 minutos depois.


Nesta fase, a proteína é mais aproveitada para a recuperação e a construção da massa magra. Melhor ainda se você absorver ao iogurte um carboidrato de alto índice glicêmico, como geleia ou mel. Uma procura da Faculdade de Washington, nos Estados unidos, revela que combinar proteína e carboidrato de digestão rápida é 40 por cento mais eficiente pela recuperação e desenvolvimento da massa magra que a proteína sozinha.



Añadir comentario